06
jun
08

Site brasileiro entrevista Eric Lindstrom!

O GameStart recentemente montou mais uma entrevista recheada de novidades. O jogo escolhido desta vez foi o escuro e úmido Tomb Raider: Underworld. Vale lembrar que foi o primeiro site brasileiro de jogos a entrevistar Eric Lindstrom! Então temos algo completamente em português!

Eric Lindstrom, diretor criativo de Tomb Raider: Underworld, fala exclusivamente com o GameStart e conta os detalhes da nova aventura da heroína Lara Croft.

Por Rodrigo Brasiliense em 05/06/2008

Não há como negar que Tomb Raider: Underworld seja um dos grandes títulos para este ano, e como nós do GameStart sempre buscamos um conteúdo único e diversificado para você, fomos buscar informações do jogo onde ninguém no Brasil fora buscar: diretamente com o homem por trás das idéias do novo título da Eidos, Eric Lindstrom.

Já no ramo dos videogames desde os anos 80, Eric foi responsável pelo design de jogos como o shooter Solar Eclipse no Sega Saturn e o macabro game de ação Akuji: The Heartless na época do primeiro PlayStation, até em 2006 chegar ao cargo de diretor criativo de Tomb Raider: Legends, jogo responsável pelo renascimento da franquia que trouxe Lara Croft ao mundo. Sem mais enrolar, fiquem então com a entrevista exclusiva de Eric Lindstrom ao GameStart:

GameStart: Em primeiro lugar, qual a melhor coisa sobre Tomb Raider: Underworld na sua opinião? Algo que você verá daqui a anos e pensará “Não podíamos ter feito melhor”. Uma coisa pelo o que Tomb Raider: Underworld será lembrado.

Eric Lindstrom: Sempre que demonstramos Tomb Raider: Underworld para alguém pela primeira vez, todos dizem a mesma coisa: “Uau, isto é incrível!” Sair pelo mundo descobrindo todo tipo de ruínas perdidas, todas contendo incríveis mecanismos, manipulando estes e vendo no que tudo resulta simplesmente causa uma grande impressão nas pessoas, esse é nosso maior objetivo.

Considerando o tanto que a série mudou desde o início doze anos atrás, você poderia citar uma coisa que sempre permaneceu a mesma?

Recentemente nosso CEO teve uma demonstração do que será Tomb Raider: Underworld e disse exatamente o que muitas pessoas estão dizendo, que a sensação de se descobrir coisas novas fez os pêlos na nuca dele arrepiarem. É esse tipo de sentimento que você tem quando se está em uma parte remota do mundo, descobrindo sítios arqueológicos perdidos por séculos, ou até milênios, manipulando os mecanismos ancestrais que lá encontrar… Esse sempre foi o núcleo da experiência Tomb Raider e continua sendo algo que apenas Lara Croft consegue fazer.

Foi dito que essa nova versão do jogo trará a motocicleta de Lara como parte de seu arsenal e ela terá que usá-la para chegar a lugares específicos. Sendo assim, podemos então contar que Underworld será algo como a versão free-roaming da franquia Tomb Raider?

Tomb Raider: Legend foi uma versão da série que proporcionou um tipo único de ação e aventura pelas ruínas que Lara viajou. Em contra partida, Tomb Raider: Underworld irá voltar para o sentimento dos primeiros jogos da série, focado na exploração de ambientes ligados pela história e quebra-cabeças. Por exemplo, quando Lara viaja para o México, ela leva sua motocicleta e os jogadores terão a liberdade de explorar a área livremente para descobrir alguma forma de adentrar as ruínas de Xibalba. Uma vez dentro, as portas se fecham e ela estará livre para explorar o interior das ruínas, bloqueada apenas por quebra-cabeças, armadilhas ou inimigos, até ela encontrar um jeito de progredir e alcançar o que ela está procurando.

E sobre o novo sistema de combate corporal, os jogadores poderão escolher a melhor forma de atacar baseado em seus estilos próprios?

Os gostos pessoais definitivamente farão a diferença e os jogadores poderão enfatizar a mecânica que preferirem, mas o uso do combate corporal será mais questão de sobrevivência do que preferência. Lara Croft é basicamente uma pessoa que prefere muito mais armas e não há realmente força bruta que poderá um dia ser tão efetiva quanto uma 9mm semi-automática em cada mão, mas quando são quatro contra um, até mesmo atirar em dois inimigos não vai parar os ataques dos outros dois. É aí que os jogadores precisarão dos ataques corpo-a-corpo, para manter os inimigos longe quando estes atacarem em grupos.

Você pode nos dizer como o clima irá afetar a jogabilidade? Este será totalmente aleatório ou os jogadores terão alguma espécie de controle sobre ele? Também, por exemplo, haverá áreas que você poderá acessar somente quando estiver chovendo?

O clima não será algo aleatório em Tomb Raider: Underworld, será uma das nossas ferramentas para elevar ainda mais a experiência, como é feito nos filmes. O clima, a hora do dia e a iluminação toda contribui para o sentimento e a atmosfera. Você enxerga de forma bastante diferente cada lugar ou uma situação se está chovendo e escuro ou claro e ensolarado. É tudo questão de dar mais credibilidade ao jogo, deixá-lo mais imersivo, uma experiência comovente.

Quanto falta para o jogo ficar completo? Vocês planejam lançar alguma demo em breve?

Nós estamos ainda em pré-Beta, mas tudo está correndo perfeitamente e o jogo chegará às lojas antes do final do ano.

Você diria que este novo Tomb Raider é mais um jogo centrado nos quebra-cabeças, ou mais centrado na ação?

Isto depende de como você define estes termos. Alguns dos quebra-cabeças do jogo são bastante centrados na ação. Mas podemos dizer que comparado com os dois últimos jogos, Tomb Raider: Underworld oferece muito mais ação e muito mais resolução de quebra-cabeças.

Você pode nos dizer sobre o nome Underworld? Ele é relacionado a o quê? O jogo será fortemente influenciado por sítios subterrâneos ou Underworld se refere diretamente a Lara enfrentando o próprio inferno?

Lara descobrirá uma série de ruínas pelo mundo e, conectadas a elas, estarão diferentes mitologias. O que ligará tudo será a história, mas também o fato de que todos os locais são inspirados nos mitos locais sobre o submundo. O que é importante lembrar quando falamos de mitologia, submundo geralmente significa pós-vida, não inferno. Algumas vezes submundos eram lugares de punição, mas também um lugar de recompensas, e algumas mitologias colocam todos no mesmo lugar, independente do que haviam feito em vida.

Diga um pouco sobre os movimentos de Lara. Quanto o hardware next-gen ajudou a trazê-la à vida? Que novas coisas podemos esperar dela?

Deixe-me responder isso de três formas. Primeiro, Lara agora é capaz de fazer muito mais coisas do que antes, como escalar murros, se equilibrar em cabos e barras, tomar impulso por paredes e dar longos saltos em distância, fazer rapel, atirar enquanto escala, dirigir sua motocicleta e muito mais. Nós usamos a filosofia de “O que Lara pode fazer?” para determinar que tipo de mecânicas adicionar e tornar o jogo uma experiência muito mais capaz e intuitiva. Em segundo, estamos utilizando motion capture para dar vida a tais habilidades com um nível de detalhes muito maior que antes. E terceiro, a memória, poder de processamento, e muitos outros elementos das plataformas da atual geração nos permitem dar muito mais detalhes e fidelidade para tudo o que ela faz e sua aparência enquanto o faz, desde como escalar a deixará suja até a chuva que a limpará.

Fora do ponto de vista gráfico, haverá alguma diferença entre alguma das versões?

Nós estamos desenvolvendo-as simultaneamente em todas as plataformas e trabalhando duro para trazer a mesma experiência em cada uma, com as únicas diferenças surgindo dos vários desafios e oportunidades presentes em cada plataforma.

Lewis Croft.

Anúncios

1 Response to “Site brasileiro entrevista Eric Lindstrom!”


  1. 08/06/2008 às 1:05

    Oi Lewis, dá um passada lá no World Croft… agora o link é http://www.worldcroft.co.nr
    Eu coloquei umas novidades lá, inclusive essa matéria da entrevista brasileira com lindstrom…
    Abraços
    t+


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: